HISTORIANET

Desafio Histórico

Sobre o absolutismo pode-se considerar que é:

o Rei controla o Estado e o governa com poderes pessoais20,11% (72 voto(s))
o Estado é absolutista, controlado pela nobreza e clero11,73% (42 voto(s))
o poder do Rei reflete a ascensão da burguesia e decadência da nobreza5,03% (18 voto(s))
o Rei tem o poder total em suas mãos e governa como quiser63,13% (226 voto(s))

Comentário do Historianet

 Aparentemente simples, a questão do absolutismo possibilita importante discussão acerca do poder, discussão essa que se reflete em quesões atuais, pois não se limita a uma questão pessoal ou de um determinado tempo - a idade moderna - mas sobre a natureza do Estado e do governo.
Normalmente aprendemos que o absolutismo, como o nome sugere, identifica uma situação de poder total concentrado. Concentrado nas maõs do Rei. Essa a ideia tradiconal e aparentemente indiscutível.
O poder está concentrado no Estado e o governante representa o Estado. No entanto nenhum homeme governa sozinho, os governos - ao longo da História - refletem os interesses de classes ou de instituições e grupos bem definidos, mesmo com contradições.
Achar que o "Rei absolutista" governa de maneira pessoal é ter a concepção de que, por vontade própria, pode fazer o que quiser, no momento que quiser.
Quando olhamos para o Estado absolutista percebemos uma estrutura que foi construída gradualmente e a maioria dos estudantes parte de uma concepção equivocada, de que no final da Idade Média a centralização foi possível porque a nobreza estava em declínio.
Por incrível que pareça, o estudante fará um pequeno questionamento apenas quando o absolutismo for derrubao pela Revolução Francesa, eliminando os privilégios da nobreza e clero; e aí você se pergunta: quais eram os privilégios? cargos políticos. Isso significa que a nobreza estava no poder? sim. Desde quando? sempre.
Então o que era o Estado absolutista que a Revolução derrubou? um Estado sob cntrole da nobreza e do clero, que são os principais grupos que apoiam essa fórmula política desde sua origem.
Em sua origem o Estado absolutista também foi a poiado pela burguesia, interessada nas riquezas que a expansão marítima poderia proporcionar.
Essas são as classes ou instituições que definem o absolutismo.

Enquetes anteriores

John Locke foi um intelectual inglês da época da Revolução Gloriosa e, em seus escritos, defende os direitos inalienáveis do homem como a liberdade, igualdade e o direito a propriedade privada. Portanto é considerado como “o pai” do:

Durante o período da Ditadura Militar, especialmente no governo Médici, o país conheceu um crescimento, retratado como “milagre econômico”. NÃO se refere a essa situação:

Sobre a criação das Capitanias no Brasil pode-se considerar como correto:

Sobre a chamada "crise de 29" que teve seu epicentro nos Estados Unidos, foi provocada, dentre outros fatores por:

Atenienses e Espartanos são comparados e se destacam principalmente as diferenças. Pode-se considerar como ponto comum entre os dois povos:

Sobre a República das Oligarquias

A Proclamação da República foi um golpe que determinou:

Sobre a Intifada

O Imperialismo foi a expressão da dominação capitalista imposta pelas grandes potências e justificado pelo (a)

Durante a ditadura do general Médici, falava-se em “milagre econômico”, que representou:

Sobre o absolutismo pode-se considerar que é:

Sobre o mercantilismo e a expansão do comércio na Idade Moderna, temos como correto:

No último vestibular da FUVEST encontramos um teste sobre a utilização dos africanos como escravos e isso é explicado pela (o)

Durante o período clássico da história dos antigos gregos, desenvolveu-se em Atenas uma combinação aparentemente contraditória, a saber:

Em 1850 foram aprovadas duas importantes leis: a Lei Eusébio de Queirós e a Lei de Terras, que se complementavam, pois:

A Proclamação da República reuniu dois segmentos bem definidos da sociedade brasileira e representou a:

Durante o período regencial da História do Brasil ocorreram diversas rebeliões que questionavam a situação das províncias

Em 1517 Matinho Lutero afixou as 95 teses na porta de Igreja de Wittemberg e foi apoiado por diversos príncipes alemães, interessados em:

Durante o início do século XX o governo republicano do Brasil concebeu a “política dos governadores”, com a finalidade de:

No final do século XIX uma crise econômica atingiu as principais potências da época, que optaram por:

O mundo feudal europeu, característico da Alta Idade Média, desenvolveu a relação de suserania e vassalagem, na qual:

No mundo grego antigo, a cidade de Esparta é entendida como uma grande exceção, e isso se deve ao:

O movimento das Cruzadas, entre os séculos XI e XIII foi responsável por diversas mudanças no ocidente, dentre elas:

O processo de colonização do Brasil contou com dois importantes agentes, o Estado e a Igreja, esta última através dos jesuítas. Sobre o papel dos jesuítas

Para a compreensão da colonização da América iniciada no século XVI é preciso entender o “sentido da colonização”, ou seja:

A Revolução Industrial na Inglaterra na segunda metade do século XVIII representou:

No século I a.C. a uma série de disputas se sucederam em Roma, enfraqueceram o Senado e representaram:

Em 1799 a Revolução Francesa vivenciou um momento importante, o “Golpe de 18 Brumário”. O Diretório foi fechado e Napoleão Bonaparte passou a liderar o governo. Tal situação representa

Pesquisar em
1128 conteúdos

Notícias

MASP

Passagens por Paris - Arte moderna na capital do séc. XIX

Notícias

Universidades latinas atraem poucos estrangeiros

Instituições têm melhorado sua presença em rankings internacionais, mas continua

Roteiros de Aula

Ninguém tira Zero

Província elimina nota zero para proteger autoestima de alunos

Notícias

França e Alemanha lembram 100 anos da Primeira Guerra

Presidentes Hollande e Gauck homenageiam mortos nas batalhas e destacam importân

COPYRIGHT © HISTÓRIANET INTERNETWORKS LTDA

PRODUZIDO POR

SOBRE O HISTORIANET