HISTORIANET

Notícias

Pirâmides no México

Descoberta pirâmide em bairro da Cidade do México
da BBC, em Londres


Arqueólogos descobriram uma pirâmide de 1.500 anos enterrada sob uma colina em um dos subúrbios mais pobres e violentos da Cidade do México.
Os cientistas acreditam que ela tenha sido construída pelo mesmo povo ancestral responsável pelo complexo de Teotihuacan, que inclui as famosas pirâmides do Sol e da Lua.
Partes da estrutura estão bastante danificadas pois a colina vem sendo utilizada há décadas como palco de encenações da crucificação de Cristo durante a Semana Santa, que costumam contar com a presença de mais de 1 milhão de pessoas.

Arqueólogos descobriram uma pirâmide de 1.500 anos enterrada sob uma colina em um dos subúrbios mais pobres e violentos da Cidade do México.
Os cientistas acreditam que ela tenha sido construída pelo mesmo povo ancestral responsável pelo complexo de Teotihuacan, que inclui as famosas pirâmides do Sol e da Lua.
Partes da estrutura estão bastante danificadas pois a colina vem sendo utilizada há décadas como palco de encenações da crucificação de Cristo durante a Semana Santa, que costumam contar com a presença de mais de 1 milhão de pessoas.
A pirâmide tem 18 metros de altura e cada um de seus quatro lados, 150 metros.

Herança
Ela foi abandonada em cerca de 800 d.C., quando aconteceu o colapso da cultura Teotihuacan.
"Quando os habitantes locais nos viram cavando, eles não acreditavam que pudesse existir uma pirâmide ali", disse o arqueologista Jesus Sanchez, que explora o local desde 2004.
"Eles acreditaram em nós apenas quando as formas e os pisos com altares foram encontrados."
"A maioria deles está orgulhosa e nos ajudou muito a proteger as relíquias."
A encenação popular da Paixão de Cristo teve início em 1833, para agradecer a uma suposta proteção divina durante um surto de cólera.
O local não deve ser totalmente explorado por ser atualmente considerado de importância religiosa, segundo Sanchez.
"Tanto a estrutura pré-hispânica como os rituais da Semana Santa são parte de nossa herança cultural, portanto temos que descobrir maneiras de protegê-los."

Pesquisar em
1128 conteúdos

Notícias

MASP

Passagens por Paris - Arte moderna na capital do séc. XIX

Notícias

Universidades latinas atraem poucos estrangeiros

Instituições têm melhorado sua presença em rankings internacionais, mas continua

Roteiros de Aula

Ninguém tira Zero

Província elimina nota zero para proteger autoestima de alunos

Notícias

França e Alemanha lembram 100 anos da Primeira Guerra

Presidentes Hollande e Gauck homenageiam mortos nas batalhas e destacam importân

COPYRIGHT © HISTÓRIANET INTERNETWORKS LTDA

PRODUZIDO POR

SOBRE O HISTORIANET