HISTORIANET

Vestibulares

FGV-SP curso de Administração - Novembro de 2005

1) O texto abaixo refere-se às tensas sessões das Cortes de Lisboa de 22 e 23 de março de 1822, quando o deputado português Ferreira de Moura atacou violentamente as propostas dos treze deputados paulistas, consideradas por ele nocivas ao princípio da união entre Portugal e o Brasil.
Leia o texto com atenção e depois responda às questões 1, 2 e 3.
"Que homens são estes de S. Paulo? São porventura homens a cuja voz a América se agita, e se aplaca? São homens a quem toda a América haja de seguir como um rebanho de gado após o que vai adiante, que salta primeiro a parede do aprisco? Não; não são desta laia os homens, de que se trata. São homens que excitam à rebelião e ao crime; são uns poucos de facciosos, com quem não é lícito, nem político transigir um momento".
Diários das Cortes, sessão de 23 de março de 1822. Apud ALEXANDRE,
Valentim, Os sentidos do Império. Questão nacional e questão colonial na crise do Antigo Regime Português. Porto: Afrontamento, p. 617.

A respeito de São Paulo, durante a primeira década do século XIX, é correto afirmar:
a) O desenvolvimento da cafeicultura no Vale do Paraíba e a substituição da mão-de-obra escrava pelo trabalho livre assalariado dinamizaram a economia paulista e favoreceram a disseminação dos valores liberais entre os seus dirigentes.
b) A produção voltada essencialmente para o mercado externo era a principal característica da economia paulista, sobressaindo-se a exportação de café.
c) A transferência da sede da monarquia portuguesa para o Rio de Janeiro dinamizou o circuito de rotas de comércio de abastecimento, que tinham em São Paulo um dos seus pólos.
d) A articulação política entre a monarquia sediada no Rio de Janeiro e os grupos dirigentes paulistas permitiu alterar a forma da participação inglesa em
São Paulo, que passou a contar com investimentos britânicos que estimularam a sua produção industrial.
e) A economia paulista passou por intenso crescimento, graças à mecanização de sua agricultura, resultante da abertura dos portos e da permissão para importar máquinas.
Resolução C
A transferência da Corte Portuguesa para o Brasil no início do século XIX beneficiou a economia paulista, porque a inseriu no "circuito de rotas de comércio de abastecimento", aproveitando-se da policultura bandeirante".
Obs.: O texto "refere-se às tensas sessões das Cortes de Lisboa", vinculando-se indiretamente ao comando da questão 46 "a respeito de São Paulo, durante a primeira década do século XIX", porém não se refere às questões 47 e 48, que tratam da Idade Média européia. Entretanto as questões 1, 2 e 3, que são de matemática, são mencionadas equivocadamente como relacionados ao texto. Portanto o aluno deveria simplesmente ignorá-lo.

2) Estudos sobre a história do clima apontam para a existência de um "pequeno ótimo medieval". Em torno do ano mil, o clima europeu suavizou-se, facilitando a navegação nas áreas setentrionais da Europa. Ondas de calor estenderam-se também sobre regiões centrais e meridionais até o século XII.
Na primeira metade desse século, houve um resfriamento seguido de um novo período de elevação térmica que se estendeu até o início do século XIII. No Ocidente Medieval, esse período (séculos XI-XIII) caracterizou-se:
a) pela retração das atividades agrícolas e por uma acentuada queda demográfica;
b) pela expansão das atividades mercantis e pelo florescimento urbano;
c) pela ampliação da produção agrícola e pela regressão das atividades mercantis;
d) pelo início das invasões germânicas e do processo de ruralização da Europa feudal;
e) pela estagnação econômica e pela proliferação de doenças epidêmicas.
Resolução B
As alterações climáticas descritas no texto favoreceram, mesmo que lentamente, as atividades agrícolas, elevando a produção e, conseqüentemente, a disponibilidade de alimentos, o que provocou também um aumento populacional. Neste momento, o movimento das Cruzadas, ao reabrir a navegação no Mediterrâneo, auxiliou nas atividades mercantis, no estabelecimento de rotas comerciais e no renascimento urbano, uma vez que as muitas cidades transformaram-se em importantes centros comerciais.

3) A partir do século XI, a chamada Reforma Gregoriana estabeleceu um conjunto de orientações e instrumentos que criaram as condições para o exercício do poder papal sobre a cristandade latina. A esse respeito é correto afirmar:
a) A Trégua de Deus era um elemento de união entre cristãos, muçulmanos e judeus, uma vez que reconhecia a unidade essencial das três grandes religiões monoteístas.
b) A aceitação da presença de imperadores, monarcas e aristocratas no processo de eleição dos papas permitiu maior aproximação do poder pontifício com os poderes laicos.
c) A defesa do nicolaísmo e da venda de cargos e funções eclesiásticos representou um reforço econômico ao poder pontifício interessado em contrabalançar a ascensão da burguesia mercantil.
d) A ascensão da Igreja foi marcada por tentativas de separação de funções entre os poderes temporal e espiritual, pelo maior controle da burocracia clerical e pelo reconhecimento de novas ordens religiosas.
e) A Reforma Gregoriana estabeleceu as bases para a chamada Reforma Protestante, em razão da rejeição do sacramento do batismo e do matrimônio e das restrições ao uso de imagens durante os ofícios litúrgicos.
Resolução D
O Papa Gregório VII efetivou uma série de reformas dentro da Igreja Católica com o objetivo de afastar e, no limite, eliminar qualquer interferência do poder temporal nos assuntos dessa instituição. Outro elemento era consolidar seu domínio sobre as estruturas de funcionamento da Igreja. É nesse contexto que se insere a "Querela das Investiduras", um choque entre o Papa e o Imperador do SIRG - Sacro Império Romano Germânico a cerca da "Investidura Leiga" dos bispos.

4) A chamada "Aliança para o Progresso" constituiu:
a) Um programa de cooperação latino-americana iniciada pela Argentina na década de 1960 e que contou com a participação dos governos do Brasil, de
Cuba e do México.
b) Um programa de reconstrução da Europa financiado pelo governo dos Estados Unidos após a Segunda Guerra Mundial.
c) Um programa de assistência econômica e social patrocinado pelos Estados Unidos na década de 1960, para o desenvolvimento da América Latina.
d) Um plano de financiamento de movimentos revolucionários latino-americanos iniciado por Cuba e arquitetado pela antiga União Soviética.
e) Um plano de desenvolvimento econômico iniciado pelo Brasil e que pretendia estimular a independência dos domínios portugueses na África, na década de 1970.
Resolução C
O contexto da Guerra Fria (1945-90) provocou uma polarização ideológica mundial entre socialismo e capitalismo. Com o intuito de promover o alinhamento da América Latina ao bloco capitalista, os EUA iniciaram um programa de assistência econômica e social denominado "Aliança para o Progresso". Com isso, havia o explícito interesse dos EUA de afastar as possíveis influências geradas pela Revolução Cubana (1959), evitando a "cubanização" da América Latina.

5) "Vai minha tristeza/ E diz a ela que sem ela não pode ser/ Diz-lhe numa prece/ Que ela regresse/ Porque não posso mais sofrer/ Chega de saudade/ A realidade é que sem ela/ Não há paz/ Não há beleza/ É só tristeza e a melancolia/ Que não sai de mim/ Não sai de mim/ Não sai."
Chega de Saudade, Tom Jobim e Vinícius de Moraes.
Esse é o trecho de uma das principais canções da bossa nova, gênero que renovou a música brasileira. Nessa época, vivia-se uma fase de otimismo no país. Altos índices anuais de crescimento econômico, grandes obras públicas, estabelecimento de empresas estrangeiras, manutenção da estabilidade política pelo presidente eleito e significativas conquistas esportivas em competições internacionais eram características:
a) do governo do Garrastazu Médici e do chamado "Milagre Brasileiro";
b) do governo de João Goulart e da implementação das "Reformas de Base";
c) do governo de Getúlio Vargas e da política de substituição de importações;
d) do governo de Jânio Quadros e da desnacionalização da economia;
e) do governo de Juscelino Kubitschek e do chamado "Nacional Desenvolvimentismo".
Resolução E
O governo do presidente Juscelino Kubitscheck de Oliveira (1956-61) foi marcado pelo desenvolvimento e balizado no slogan: "50 anos de progresso em 5 anos de governo". Para concretizar os projetos governamentais, foi lançado o Plano de Metas, tendo como pilares a indústria, energia e transportes. Essa situação provocou um clima de euforia nacional, obtendo-se altos índices econômicos e o acesso da classe média aos bens de consumo duráveis. Em razão desse clima de internacionalização econômica e euforia nacional, o presidente JK ficou conhecido como presidente "Bossa Nova".

"ATUALIDADES"

1) No Brasil, as atividades desenvolvidas pelo Terceiro Setor, já no final da década de 90, correspondiam a aproximadamente 1,2% do PIB. Dentre as alternativas abaixo, identifique a que está correta.
a) Dadas as sucessivas crises econômicas, o Terceiro Setor corresponde atualmente à maior fonte de empregos no Brasil e no restante da América Latina, englobando comércio de produtos e produção direta.
b) O Terceiro Setor é composto por organizações sem fins lucrativos, voltadas para o desenvolvimento socioeconômico, político ou cultural das populações com as quais trabalham, e encontra-se em fase de expansão.
c) O Terceiro Setor é formado por entidades filantrópicas e projetos de responsabilidade social nas empresas. O Primeiro Setor compreende o Estado e o Segundo Setor, as organizações representantes da Sociedade Civil.
d) No Brasil, o Terceiro Setor agrega acima de 250 mil ONGs. Entre elas destacam-se empresas nacionais e internacionais de grande porte, cujos projetos de responsabilidade social correspondem a 1,0% do PIB.
e) Na Europa, o Terceiro Setor movimenta 6% do PIB. No Brasil, porém, este valor corresponde a apenas 1,2%. Tais dados demonstram um decréscimo do número de doadores e apontam uma tendência à retração do setor.
Resolução B
O primeiro setor representa as empresas ou instituições públicas (polícia, bombeiros, escolas públicas, hospitais públicos, fórum etc.). O segundo setor é
representado pelas empresas privadas, com o objetivo de gerar lucro (assim como a maioria esmagadora das empresas existentes). O terceiro setor é aquele representado pelas empresas e instituições sem fins lucrativos, não-governamentais, oriundas da sociedade civil, conhecidas como ONGs (organizações não-governamentais), OSCs (organização da sociedade civil) ou
Oscip (organização da sociedade civil de interesse público).

2) Distribuição de renda é um dos mais graves problemas do planeta. Segundo a ONU, "O Brasil é o oitavo país em desigualdade social, na frente apenas da latino-americana Guatemala, e dos africanos Suazilândia, República Centro-Africana, Serra Leoa, Botsuana, Lesoto e Namíbia, segundo o coeficiente de Gini, parâmetro internacionalmente usado para medir a concentração de renda" Folha Online, 07/09/2005.
Sobre este tema, escolha abaixo a alternativa correta.
a) A distribuição de renda no Brasil está deixando de ser um tema relevante, pois, nos últimos dez anos, as políticas públicas têm conseguido reverter o déficit social, com iniciativas como Bolsa-Escola e Programa Saúde da Família.
b) Graças às políticas sociais compensatórias, o Brasil vem apresentando considerável melhoria nos índices sociais e redistribuição de rendas. Este quadro é fruto de modificações recentes na política fiscal.
c) 46,9% da renda nacional está concentrada no segmento correspondente aos 10% mais ricos de toda a população brasileira. Paralelamente, os 10% mais pobres ficam com apenas 0,7% da renda nacional. Portanto ainda temos graves problemas de distribuição de renda no país.
d) 10,5% da população brasileira encontra-se abaixo da linha de pobreza. Há dez anos, porém, este índice correspondia a 22,7%. Isso significa que o país tem reduzido significativamente a distância entre pobres e ricos.
e) Uma vez que 11,1% dos brasileiros encontram-se no segmento mais pobre da população e 12,7 % encontram-se no mais rico, tem-se a emergência de uma vigorosa classe média e, portanto, redução na desigualdade social.
Resolução C
O coeficiente de Gini é usado como parâmetro internacional para mensurar a concentração de renda, a qual se transformou em um grave problema social da humanidade; nesse sentido, a posição do Brasil chama a atenção pelo seu destaque pelo alto índice e pela oitava posição mundial, sendo que 46,9% da renda nacional concentra-se em mãos dos 10% mais ricos, enquanto os 10% mais pobres detêm 0,7% da renda. Tal posição evidencia um dos grandes problemas do Brasil: a má distribuição de renda.


3) A ONU é composta por uma Assembléia Geral, da qual fazem parte todos os países membros e um Conselho de Segurança. Recentemente houve uma intensa movimentação da diplomacia brasileira no sentido de promover algumas reformas neste Conselho que...
Complete a frase escolhendo a alternativa correta.
a) Tem como função principal manter a paz e a segurança internacionais, podendo tanto utilizar sanções econômicas como usar da força militar para atingir os seus objetivos. Ele é composto por quinze países membros, sendo cinco permanentes (China, Rússia, EUA, França e Inglaterra).
b) Tem como função principal manter a segurança internacional, mas não pode utilizar a força militar para atingir seus objetivos. Ele é composto por quinze membros, sendo sete permanentes (China, Rússia, EUA, França Inglaterra, Japão e Alemanha). Até o presente momento o Brasil não conseguiu apoio para tornar-se membro permanente.
c) Atualmente é composto por onze membros, sendo apenas cinco deles permanentes (China, Rússia, EUA, Alemanha e Inglaterra), e os demais, rotativos. Até o presente momento o Brasil não conseguiu apoio para tornar-se membro permanente.
d) Tem como função principal controlar o uso e a produção de armas nucleares, podendo tanto utilizar sanções econômicas como usar da força militar para atingir seus objetivos. Ele é composto por 15 membros, sendo apenas três membros permanentes (Rússia, EUA e China).
e) É composto por 25 membros, sendo apenas sete deles permanentes (China, Rússia, EUA, França, Inglaterra, Alemanha e Japão) e os demais são membros rotativos. O recente ingresso de Índia, Japão e Alemanha contou com forte resistência da China, do Paquistão e da França.
Resolução A
4) O Conselho de Segurança da ONU tem como função principal manter a paz e a segurança internacional, podendo tanto utilizar sanções econômicas como usar da força militar para atingir os seus objetivos. É composto por 15 países membros, sendo cinco permanentes (China, Rússia, EUA, França e Inglaterra) e dez rotativos. O Brasil pretende uma vaga permanente no Conselho de Segurança.


Em 2004 a UnB instituiu um programa de política de ação afirmativa em seu vestibular. Posteriormente, também a UERJ inaugurou um programa semelhante e colocou este tema em evidência no debate nacional. Indique o item abaixo que melhor caracteriza uma política de ação afirmativa.
a) Política afirmativa consiste apenas na adoção de quotas de acesso a universidades, com o objetivo de eliminar a pobreza em determinadas regiões das áreas metropolitanas.
b) Uma política de ação afirmativa consiste em um tipo de seleção apoiada em critérios não discriminatórios e especialmente baseada no mérito acadêmico ou no desempenho escolar.
c) Política de ação afirmativa resume-se na adoção de cotas para o ingresso em universidades ou outras instituições de ensino, com o objetivo de garantir o amplo acesso de jovens negros às escolas públicas ou privadas.
d) Política de ação afirmativa consiste na adoção de critérios de seleção para o ingresso a instituições de ensino e postos de trabalho, com a finalidade de promover maior diversidade entre os alunos, especialmente com respeito a gênero, raça, origem social, orientação sexual e deficiência física.
e) Política de ação afirmativa resume-se à adoção do sistema de quotas. Tal sistema refere-se à definição de 30% das vagas universitárias para minorias e
grupos étnicos.
Resolução D
A política de ação afirmativa fundamenta-se na busca por inclusão social e econômica, valendo-se de instrumentos que eliminem ou atenuem práticas não inclusivas ou discriminatórias. Nos vestibulares e concursos públicos, por exemplo, começam-se a adotar critérios seletivos que estão além do mero resultado nos exames. Busca-se extinguir, ou pelo menos atenuar, o processo de exclusão construído historicamente, ignorado pelos processos seletivos que
adotam a seleção por mérito.


5) O processo de globalização, somado à ampliação do acesso a novas tecnologias de transporte e comunicação, ajudou a impulsionar novos deslocamentos populacionais a partir do final dos anos sessenta. Indique abaixo a resposta correta em relação a este tema.
a) Os fluxos migratórios contemporâneos referem-se não apenas à chegada de orientais aos Estados Unidos, com destaque para os chineses, coreanos e japoneses, mas principalmente à chegada de turcos à Europa, em particular à Alemanha.
b) Apesar de a tecnologia beneficiar os imigrantes atuais, pouca coisa mudou. Se comparados aos imigrantes que chegaram à América no século XIX, os atuais imigrantes estão sendo rapidamente incorporados ao mercado de trabalho formal, ocupando postos-chave dos setores industriais.
c) O Brasil não mais recebe imigrantes, encontrando-se, portanto, excluído dos circuitos migratórios internacionais. Os últimos imigrantes que aqui chegaram foram os japoneses e coreanos, durante a Segunda Guerra Mundial.
d) O Brasil continua recebendo imigrantes, embora em número bastante reduzido. Coreanos, bolivianos e chineses são exemplos de imigrantes recentes que chegam ao país à procura de trabalho e melhores oportunidades.
e) O atual processo de emigração brasileira deve ser denominado "migração de retorno". Os brasileiros estão sendo atraídos para aqueles países que, no final do século XIX, expulsaram para cá sua mão-de-obra, particularmente Portugal, Inglaterra e Estados Unidos.
Resolução D
De maneira geral os fluxos migratórios contemporâneos partem dos países periféricos em direção aos países centrais. Destacam-se latino-americanos para os Estados Unidos e em menor número para o Canadá; da África Subsaariana para a Europa Ocidental. Mesmo um país periférico como o Brasil, cujo afluxo de imigrantes embora hoje seja menor que em seu período áureo, que se estendeu das últimas décadas do século XIX à década de 30, no século XX, continua a receber imigrantes, sobretudo dos países vizinhos mais pobres, como Bolívia e Paraguai.

Pesquisar em
1128 conteúdos

Notícias

MASP

Passagens por Paris - Arte moderna na capital do séc. XIX

Notícias

Universidades latinas atraem poucos estrangeiros

Instituições têm melhorado sua presença em rankings internacionais, mas continua

Roteiros de Aula

Ninguém tira Zero

Província elimina nota zero para proteger autoestima de alunos

Notícias

França e Alemanha lembram 100 anos da Primeira Guerra

Presidentes Hollande e Gauck homenageiam mortos nas batalhas e destacam importân

COPYRIGHT © HISTÓRIANET INTERNETWORKS LTDA

PRODUZIDO POR

SOBRE O HISTORIANET