HISTORIANET

Vestibulares

UNICAMP 2006

1a. fase do vestibular da Universidade de Campinas - 20/11/05

Correção do HISTORIANET - Prof. Cláudio Recco


1) A imagem abaixo ilustra "o encolhimento do mapa mundo graças a inovações nos transportes que 'aniquilam o espaço por meio do tempo'". (David Harvey, A condição pós-moderna. São Paulo: Edições Loyola, 1993, p. 220.)

Unicamp 2006

a) De acordo com a imagem e o texto acima, qual o significado da expressão "encolhimento do mapa mundo"?

b) Relacione o uso dos barcos a vela com as mudanças na cartografia e no conhecimento geográfico da Terra no início da Idade Moderna.

c) Além de locomotivas e barcos a vapor, cite um outro meio de transporte introduzido entre 1850 e 1930.

RESOLUÇÃO

a) significa que as distâncias foram encurtadas devido ao aperfeiçoamento nos meios de transportes, principalmente a partir do século XIX, com o advento da ferrovia e da utilização da energia a vapor mos meios de locomoção

b) O início da Idade Moderna foi caracterizado pelas Grandes Navegações (XV - XVI) promovidas inicialmente pelas nações ibéricas, utilizando os barcos a vela, revolucionários para a época, pois possibilitavam a ampliação das distâncias e portanto das áreas conhecidas.

c) O automóvel a gasolina, no final do século XIX, ou o avião no início do século XX


2) O período de 1789 a 1848 foi marcado por profundas mudanças. A primeira foi demográfica. A população do Reino Unido, por exemplo, quase duplicou entre 1800 e 1850. A segunda maior mudança foi nas comunicações. As ferrovias já tinham considrável importância prática na Grã-Bretanha, Estados Unidos, Bélgica, França e Alemanha. Também devemos enfatizar o aumento da velocidade e da capacidade de carga assim alcançadas. As ferrovias facilitaram as viagens e os transportes, uniram a cidade ao campo, as regiões pobres ás ricas. O crescimento da população deveu-se muito a elas. (adaptado de Eric Hobsbawn, A era das revoluções. 1789-1848. Rio de janeiro: Paz e Terra, 1982, p. 188-189)

a) Por que 1789 e 1848 são importantes marcos cronológicos da história política européia?

b) Estabeleça duas relações importantes entre as ferrovias e a produção industrial na primeira metade do século XIX

c) Qual a importância das ferrovias na ocupação do território dos EUA no século XIX?

RESOLUÇÃO

a) As duas datas se referem a importantes movimentos revolucionários, que marcam a expansão das idéias liberais iluministas. Em 1789 se iniciou a Revolução Francesa que aboliu o "antigo regime" do país e, em 1848, um conjunto de movimentos revolucionários abalou a Europa, conhecido como "Primavera dos Povos" que, no caso da França, promoveu o avanço do liberalismo com a adoção do regime republicano e a ampliação dos direitos sociais e políticos.

b) o desenvolvimento industrial foi fundamental para a expansão da industrialização uma que vez que, ao encurtar distancias, favoreceu o transporte de matérias-primas para os centros industriais e o escoamento da produção, barateando os custos e ampliando os mercados.

c) Durante o século XIX os EUA realizaram seu "destino manifesto" ao conquistarem as terras do oeste. Esse processo, desenvolvido durante décadas, foi responsável pela anexação do norte do México e pela dizimação das populações indígenas, completou-se, do ponto de vista econômico com o desenvolvimento ferroviário que ligava a costa leste à costa leste recém conquistada.


UFRJ




1) O gráfico mostra as flutuações da população das Américas entre meados do século XIII e fins do século XVIII.
a) Cite dois fatores que contribuíram para a acentuada queda da população americana a partir do século XVI.
b) Indique dois fatores que contribuíram para a recuperação da população americana a partir do século XVIII.

Respostas.
a) O candidato poderá mencionar, dentre outros, a Conquista, o choque microbiano resultante, as mudanças nos ritmos de trabalho impostos aos aborígines, a desestruturação cultural das sociedades nativas e os deslocamentos espaciais impostos pelos conquistadores aos indígenas.
b) O candidato poderá mencionar, dentre outros, a adaptação dos nativos à esfera microbiana resultante da conquista, a recuperação das taxas de natalidade dos aborígines, a migração para a América de milhares de habitantes das metrópoles européias e o incremento do tráfico de escravos africanos.

2)
Ano de 1730, Comarca do Rio das Mortes de Minas Gerais. Depois de uma série de desavenças, Felisberto Caldeira Brant ordenara matar o Dr. Antônio da Cunha Silveira, então ouvidor-geral (representante da justiça régia na localidade). Tendo sobrevivido, o ouvidor tentou prender o seu desafeto, mas sem sucesso: Brant estava protegido por mais de cem escravos armados, e outros tantos homens livres, brancos que viviam a sua devoção, dentro de sua casa.
Fonte: Adaptado da Carta de D. Lourenço de Almeida, governador de Minas, ao Rei, escrita em 1730, queixando-se do procedimento de Felisberto Caldeira Brant. Arquivo Histórico Ultramarino, Coleção Minas Gerais. Caixa. 17, documento 35, Código 1643.
a) Identifique nesses acontecimentos uma passagem que contrarie a idéia, tradicional na
historiografia brasileira, da absoluta subserviência dos colonos frente à vontade metropolitana.
b) Retire do texto uma passagem que contrarie a idéia, igualmente clássica na historiografia nacional, de uma contínua e insuperável oposição de interesses entre senhores e escravos.

Respostas:
a) O candidato deverá identificar a passagem em que Felisberto Caldeira Brant ordena matar o ouvidor geral. Poderá também sublinhar o conflito aberto entre Caldeira Brant e o representante da metrópole. Pode-se ainda mencionar o fato de que o ouvidorgeral não conseguiu impor sua autoridade como representante da Coroa.
b) O candidato deverá selecionar o seguinte trecho: "Brant estava protegido por mais de cem negros armados...".


3) A centralização, tal qual existe, comprime a liberdade, constrange o cidadão, subordina o direito de todos ao arbítrio de um só poder, nulifica de fato a soberania nacional, mata o estímulo de progresso local. O regime de federação, [ao contrário, está] baseado na independência recíproca das províncias, e é aquele que adotamos no nosso programa, como sendo o único capaz de manter a comunhão da família brasileira.
Fonte: Adaptado de PESSOA, Reinaldo Carneiro. A idéia republicana no Brasil através de documentos. São Paulo, Editora Alfa-Omega, 1976, p.39.
O trecho acima, adaptado do Manifesto Republicano de 1870, representou um marco na história do Segundo Reinado (1840-1889), na medida em que apontava para o início de uma mobilização que mais tarde contribuiu para a queda da monarquia.
a) Identifique a instituição da estrutura de poder da monarquia brasileira à qual se destinava a crítica contida no Manifesto.
b) Explique a proposta de reorganização do Estado presente no trecho do Manifesto Republicano.

Respostas:
a) O candidato deverá identificar o Poder Moderador.
b) O candidato deverá explicar que o trecho citado do Manifesto Republicano propõe a reorganização do Estado com base no federalismo, portanto tendo como princípio a real autonomia das províncias frente ao governo central.

4)


Hiroshima, Japão. No exato momento em que 60 anos antes a primeira bomba atômica da história devastava a cidade de Hiroshima no Japão, mais de 50 mil pessoas fizeram um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do ataque. Às 8:15 min [...] o mundo relembrou a detonação da arma mais poderosa já vista no planeta até então, que matou cerca de cem mil pessoas diretamente e outras milhares nos anos seguintes.
Fonte: Adaptado de O Globo de 06 de agosto de 2005, p.36.
a) Apresente um argumento do governo norte-americano em defesa da ação que devastou Hiroshima, no dia 06 de agosto de 1945, e Nagasaki, três dias depois.
b) Considerando a situação militar da Ásia Oriental em meados de 1945, mencione uma crítica aos bombardeios dessas duas cidades japonesas.

Respostas:
a) O candidato poderá apresentar como argumento do governo norte-americano, entre outros, o de que era preciso empregar todos os recursos militares disponíveis para garantir a rendição japonesa e abreviar o conflito; o de que era necessário intimidar o inimigo e aos demais Estados por meio da demonstração do poder destrutivo da nova arma; e que não se deveria depender do apoio militar da União Soviética para derrotar o Japão.
b) O candidato poderá mencionar o fato de as forças Aliadas, às vésperas das duas explosões, encontrarem-se em esmagadora vantagem militar sobre as tropas japonesas na Ásia Oriental.


5)
Geisel - [...] O Brasil hoje em dia é considerado um oásis [...].
Coutinho - [...] Ah, o negócio melhorou muito. Agora, melhorou, aqui entre nós, foi quando nós começamos a matar. Começamos a matar.
Geisel - Porque antigamente você prendia o sujeito e o sujeito ia lá para fora. [...] Ó Coutinho, esse troço de matar é uma barbaridade, mas eu acho que tem que ser.
Fonte: GASPARI, Elio. A ditadura derrotada. São Paulo, Companhia das Letras, 2003, p. 324.
O diálogo acima, ocorrido no dia 16 de fevereiro de 1974 entre os generais Ernesto Geisel e Dale Coutinho, se deu um mês antes da posse do primeiro como Presidente da República e do segundo como Ministro do Exército.
a) Cite uma medida do Governo Geisel (1974-1979) que o aproximava das aspirações de parte da sociedade brasileira pela volta ao regime
b) indique duas ações do mesmo governo que reforçam o padrão autoritário do regime militar inaugurado em 1964

Respostas:
a) O candidato poderá citar, dentre outras, uma das seguintes medidas: o fim do AI-5; a suspensão da censura prévia a parte da imprensa; e a demissão de membros da alta hierarquia militar ligados à linha-dura do regime.
b) O candidato poderá indicar duas das seguintes ações: a elaboração de uma nova legislação eleitoral - a Lei Falcão; o fechamento do Congresso Nacional; a formulação do Pacote de Abril; a cassação de parlamentares; e o combate a organizações de esquerda como o PCB e o PC do B, dentre outras, inclusive assassinando militantes destas organizações.

Pesquisar em
1128 conteúdos

Notícias

MASP

Passagens por Paris - Arte moderna na capital do séc. XIX

Notícias

Universidades latinas atraem poucos estrangeiros

Instituições têm melhorado sua presença em rankings internacionais, mas continua

Roteiros de Aula

Ninguém tira Zero

Província elimina nota zero para proteger autoestima de alunos

Notícias

França e Alemanha lembram 100 anos da Primeira Guerra

Presidentes Hollande e Gauck homenageiam mortos nas batalhas e destacam importân

COPYRIGHT © HISTÓRIANET INTERNETWORKS LTDA

PRODUZIDO POR

SOBRE O HISTORIANET