HISTORIANET

Vestibulares

Unesp - Julho de 2004

1) As cidades-Estado da Grécia antiga não possuíam unidade política e, pelo menos até a época conhecida como "Período das Hegemonias", gozavam de ampla soberania. Isso significa que

a) mantinham uma política comum de organização financeira.

b) tinham crenças religiosas intercambiáveis.

c) eram politicamente autônomas.

d) eram dirigidas pelo mesmo soberano.

e) formavam um mercado comum de produtos.

Resolução: Questão que se resolve por si mesma. Se o texto afirma que as póleis gregas eram cidades-Estado e gozavam de ampla soberania (isto é, independência), obviamente eram politicamente autônomas, ou seja, possuíam autogestão política e administrativa.

Resposta: C

2) A partir do século XVI, a Europa assistiu ao surgimento de novas religiões cristãs, que rompiam com dogmas e procedimentos da Igreja Católica, como o protestantismo luterano, o calvinista e o anglicano. Em que pesem as diferenças entre elas, essas novas formas do cristianismo têm também elementos que as aproximam uma das outras. Um desses elementos é

a) o apoio às revoltas camponesas.

b) a ausência de hierarquia eclesiástica.

c) a tolerância em relação às demais religiões cristãs.

d) a afirmação da primazia da Igreja sobre o Estado.

e) a celebração dos cultos nas línguas faladas pelos fiéis.

Resolução Além da celebração dos cultos na língua nacional de cada país, as religiões protestantes tinham em comum a negação da autoridade papal, do culto dos santos, do dogma da transubstanciação e da maioria dos sacramentos católicos.

Resposta: E

3) A chamada "Civilização" ou "Império Asteca" floresceu na região do atual planalto mexicano, até ser vitimada pelo processo de colonização espanhol. Sobre os astecas, é correto afirmar que

a) comercializavam mercadorias nas cidades, mas desconheciam o uso generalizado do dinheiro.

b) praticavam a ciência astronômica, mas desconheciam a escrita hieroglífica.

c) conheciam a agricultura produtiva, mas desconheciam a tecelagem e a ourivesaria.

d) conheciam a escrita, mas desconheciam a arquitetura de forma piramidal.

e) Cuzco foi a capital de seu Império.

Resolução Os astecas desenvolveram uma intensa prática comercial, além de um significativo nível de desenvolvimento urbano. Porém, sua economia não possuía um caráter monetário, embora produtos como sementes de cacau pudessem ser utilizados como valor de troca.

Resposta: A

4) Do ponto de vista cultural, a primeira metade do século XIX assistiu ao predomínio do movimento romântico ou Romantismo, uma reação ao academicismo classicista e ao racionalismo da Ilustração. Sobre o Romantismo, é correto afirmar que:

a) representou uma volta aos ideais do Renascimento.

b) buscou uma volta ao passado medieval, mas seu propósito declarado era a volta à natureza.

c) foi parte do movimento parnasiano, que enfatizava o individualismo e a ação revolucionária.

d) gerou o Neoclassicismo, como reação ao Classicismo renascentista, e inspirou a Revolução Francesa.

e) foi um movimento literário e musical que não se estendeu às artes plásticas.

Resolução O Romantismo foi um movimento artístico, literário e musical que reflete o momento histórico do século XIX, em que a burguesia se afirma como classe dominante. O Romantismo também se identifica com o nacionalismo presente nos processos revolucionários de 1848 e nas unificações italiana e alemã.

Resposta: B

5) Vladimir Ulyanov ficou conhecido como Lênin e foi considerado o grande líder da Revolução Russa de 1917, que pela primeira vez na história implantou um sistema comunista de governo. O comunismo tem como um de seus princípios de organização social

a) a defesa da livre iniciativa comum para todos.

b) a privatização dos aparelhos estatais.

c) o livre comércio.

d) o estímulo social à produção de capital especulativo.

e) a socialização dos meios de produção.

Resolução Alternativa escolhida por exclusão, pois o examinador confundiu comunismo (ideologia cujo estágio final seria a sociedade igualitária e sem Estado) com o socialismo (estágio que precede a implantação do comunismo em nível mundial). De qualquer forma, falar em "sistema comunista de governo" é uma contradição em termos.

6) A crise do petróleo, desencadeada por seus maiores produtores - os países árabes - a partir de 1973, transformou o Oriente Médio numa região explosiva por excelência. No centro dessa questão está a criação do Estado de Israel, que nunca foi aceita tranqüilamente pela maioria dos países árabes da região.

(José Jobson Arruda, Nova História Moderna e Contemporânea.)

Em 1967, um grande conflito ocorreu no Oriente Médio. Que conflito foi esse e quais países estavam envolvidos?

a) A Guerra do Golfo, que envolveu o Iraque e o Kuwait.

b) A Guerra dos Seis Dias, entre Israel, Egito, Jordânia e Síria.

c) A Guerra dos 100 dias, entre Israel, Iraque, Síria e Jordânia.

d) A Guerra Santa, entre o Iraque e o Irã.

e) A Guerra do Yom Kippur (o "Dia do Perdão"), entre Israel, Síria e Egito.

Resolução Questão de conhecimento factual. Foi na Guerra dos Seis Dias que Israel ocupou as Colinas de Golan, a Cisjordânia, a Faixa de Gaza e a Península do Sinai (esta última devolvida ao Egito em 1982). Entretanto, é curiosa a afirmação de que somente após a Guerra dos Seis Dias o Oriente Médio "se transformou em uma região explosiva por excelência". O próprio texto transcrito afirma, na seqüência, que os problemas remontam à criação do Estado de Israel (1948).

Resposta: B

7) Desde meados da década de 1980, muitos países latinoamericanos vêm experimentando mudanças em sua economia. Esse processo está relacionado com o chamado Neoliberalismo, patrocinado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), que estabeleceu um conjunto de "receitas" destinadas a estabilizar e liberalizar as economias dos países do continente, medidas essas que, por um lado, diminuíram drasticamente a inflação e, por outro, aumentaram também drasticamente os níveis de desemprego e a concentração de renda. Sobre essas "receitas" neoliberais, é correto afirmar que:

a) envolviam o cancelamento das dívidas externas.

b) envolviam a estatização de empresas privatizadas.

c) propunham a reforma administrativa do Estado através da contratação de funcionários públicos.

d) propunham a abertura geral da economia nacional para os capitais estrangeiros.

e) propunham grandes processos de reforma agrária.

Resolução O neoliberalismo está ligado ao processo de globalização, pelo qual a economia mundial tende a se unificar em benefício das grandes potências do capitalismo. Daí a oposição do FMI a medidas econômicas defensivas, por parte dos países emergentes. Outro aspecto desse neoliberalismo globalizador é a privatização das empresas estatais dos países latino-americanos, bem como a pressão para a abertura irrestrita de seus mercados.

Resposta: D

8) Entre 1893 e 1916, eclodiram duas grandes revoltas populares no Brasil, a primeira conhecida como Guerra de Canudos (1893-1897) e a segunda, como Guerra do Contestado (1912-1916). Segundo defendem alguns historiadores, ambos os movimentos têm características comuns. Considerando essa tese, assinale a afirmativa correta.

a) Ambas foram orientadas por um líder messiânico.

b) Antônio Conselheiro e o "monge" José Maria eram adeptos do Integralismo.

c) Ambas aconteceram em regiões pobres e abandonadas do Nordeste.

d) Os revoltosos eram comunistas.

e) Em ambas, os revoltosos atingiram seus objetivos.

Resolução Ambos movimentos estão inseridos no quadro geral do início da República Velha e decorreram da concentração fundiária, dos privilégios das elites rurais e da marginalização social, pobreza, ignorância e miséria dos camponeses. No caso do Contestado, acrescentasse um quadro de reivindicação social. São movimentos messiânicos porque contaram com a liderança de místicos ou beatos (Antônio Conselheiro, em Canudos; João Maria e José Maria, no Contestado.

Resposta: A

9) Entre 11 e 16 de fevereiro de 1922, realizou-se no Teatro Municipal de São Paulo a Semana de Arte Moderna. Segundo Mário de Andrade, as mudanças ocorridas a partir da Semana de 22 e do Movimento Modernista significaram a fusão de três princípios: o direito permanente à pesquisa estética, a atualização da inteligência artística brasileira e a estabilização de uma consciência criadora nacional. Está inteiramente correto considerar como conseqüências da Semana de Arte Moderna:

a) a formação de uma geração de artistas que romperam com a arte barroca; o reconhecimento e a valorização das expressões artísticas do Renascimento Italiano; a formação de grupos de artistas e salões de arte moderna em todo o Brasil.

b) a formação de uma geração de artistas acadêmicos; o reconhecimento e a valorização das expressões artísticas da Missão Artística Francesa; a formação de grupos de artistas e de salões de arte neoclássicos.

c) a formação de uma geração de artistas que romperam com a estética modernista; o reconhecimento e a valorização das expressões artísticas contemporâneas; a formação de grupos de artistas e salões de arte em São Paulo e no Rio de Janeiro destinados a exposições de arte moderna.

d) a formação de uma geração de artistas que romperam com os ditames acadêmicos; o reconhecimento e a valorização das expressões artísticas dos primitivos; a formação de grupos de artistas, tais como o Clube dos Artistas Modernos e a Sociedade Pró Arte Moderna de São Paulo.

e) a formação de uma geração de artistas que romperam com o estilo clássico; o reconhecimento e a valorização das expressões artísticas do estilo Rococó; a formação de grandes exposições de Arte, como a Bienal de São Paulo.

Resolução A geração de modernistas que promoveu a Semana de 22, inspirada nas vanguardas européias da época, propôs o rompimento com o academicismo, mesclando as novas tendências com uma preocupação de buscar um caráter nacional. Os novos artistas fundaram jornais e sociedades de apoio a esse movimento, como, por exemplo, o Clube dos Artistas Modernos e a Sociedade Pró Arte Moderna.

Resposta: D

10) O Integralismo foi um movimento de direita inspirado no fascismo, bastante atuante no primeiro período da Era Vargas, sobretudo entre 1934-1937. Ao fascismo integralista se opunha a chamada esquerda aliancista, que tinha à frente o PCB de Luís Carlos Prestes. A respeito do Integralismo, fazia parte de seu ideário o:

a) comunismo.

b) antimilitarismo.

c) monopartidarismo.

d) esquerdismo.

e) antinacionalismo.

Resolução Todas as alternativas que não a c referem-se a posturas da esquerda (aliás, a extrema esquerda também propõe o monopartidarismo). O examinador deu aos candidatos uma alternativa gratuita (no sentido de estar obviamente errada) ao afirmar no enunciado que o Integralismo era uma ideologia de direita e atribuindo-lhe, em uma das alternativas, a característica do esquerdismo.

Resposta: C

11) Entre fins de fevereiro de 1945, quando José Américo de Almeida rompeu o cerco da censura, e 29 de outubro, com a deposição de Vargas, a sociedade brasileira, em pleno processo de democratização política e mobilizada em dois campos antagônicos, assistiu e participou de um movimento de massa, de proporções grandiosas.

(Jorge Ferreira, in O Brasil republicano: o tempo da experiência democrática.)

Esse movimento de massa de que fala o historiador, acontecido imediatamente após a deposição de Getúlio Vargas, ficou conhecido como

a) queremismo.

b) o dia do Fico de Vargas.

c) crencionismo.

d) getulismo.

e) populismo.

Resolução No Brasil, o populismo surgiu com Getúlio Vargas. Mas foi justamente após a queda deste que essa prática política, caracterizada pela manipulação das massas populares urbanas, atingiu sua plenitude. A crise do populismo ocorreu no início dos anos 60, dando ensejo ao Golpe de 1964.

Resposta: E

12) O General Golbery do Couto e Silva, desde os anos 1950, preocupava-se com espionagem política. Pouco antes do Golpe Militar de 1964, o Ipes (Instituto de Pesquisas e Estudos Sociais) reuniu milhares de fichas e dossiês de pessoas, material que seria levado para um órgão de espionagem política criado por Golbery três meses depois do Golpe e que iria atuar durante os anos do Regime Militar. Como foi chamado esse órgão de espionagem política do Regime Militar de 1964?

a) Departamento de Ordem Política e Social (Deops).

b) Delegacia de Ordem Política e Social (Deops).

c) Agência Nacional de Informação (ANI).

d) Polícia Federal (PF).

e) Serviço Nacional de Informações (SNI).

Resolução O general Golbery, considerado a "Eminência Parda" (isto é, a influência oculta) no regime militar instaurado em 1964, achava ser fundamental o governo dispor de um órgão que coligisse informações sobre a situação interna do País em seus vários aspectos. Todavia, o Serviço Nacional de Informações (SNI), por ele criado, não se mostrou à altura da tarefa. Mais tarde, Golbery admitiria: "Criei um monstro".

Pesquisar em
1128 conteúdos

Notícias

MASP

Passagens por Paris - Arte moderna na capital do séc. XIX

Notícias

Universidades latinas atraem poucos estrangeiros

Instituições têm melhorado sua presença em rankings internacionais, mas continua

Roteiros de Aula

Ninguém tira Zero

Província elimina nota zero para proteger autoestima de alunos

Notícias

França e Alemanha lembram 100 anos da Primeira Guerra

Presidentes Hollande e Gauck homenageiam mortos nas batalhas e destacam importân

COPYRIGHT © HISTÓRIANET INTERNETWORKS LTDA

PRODUZIDO POR

SOBRE O HISTORIANET