HISTORIANET

Vestibulares

Fatec - Julho de 2004

1) "Senhores e autoridades escravistas da Bahia, como em toda parte, usaram da violência como método fundamental de controle dos escravos. Mas a escravidão não funcionou e se reproduziu baseada apenas na força. O combate à autonomia e indisciplina escrava, no trabalho e fora dele através de uma combinação da violência com a negociação, do chicote com a recompensa."

(Reis, João José. Negociação e conflito.) Segundo a afirmação do historiador João José Reis,

a) as relações existentes entre senhores e escravos eram baseadas exclusivamente na força e na violência.

b) a recompensa era dada toda vez que o chicote era usado de modo exagerado sobre os escravos.

c) a autonomia escrava não passava de uma ilusão permitida pelos senhores, pois na prática apenas eles tinham poder e força de decisão.

d) diante da violência com a qual eram tratados, os escravos se rebelavam contra os senhores, fugindo e montando grupos de resistência escrava, como os quilombos.

e) havia por vezes um equilíbrio de forças entre senhores e escravos, uma negociação que era necessária entre esses dois grupos para a manutenção da própria escravidão.

Resolução Única alternativa compatível com o texto citado, já que o autor enfatiza a necessidade de os senhores negociarem com seus escravos, quando o uso da violência não surtia os resultados desejados.

Resposta: E

2) Como conseqüência do Bloqueio Continental, em 22 de janeiro de 1808, da família real portuguesa desembarcou no Rio de Janeiro. Sua vinda

a) trouxe à colônia portuguesa um maior número de proibições e taxações de impostos, que, anos depois, levariam à Independência.

b) deu à cidade do Rio de Janeiro o estatuto de capital de todo o império lusitano e, com a abertura dos portos, ocasionou o rompimento do monopólio metropolitano.

c) abriu caminho para o comércio brasileiro, uma vez que os portos foram abertos a outras nações, fator que iniciou o desenvolvimento industrial do Brasil.

d) confirmou a tradição portuguesa de tolerância colonial, uma vez que D. João VI abriu a possibilidade de crescimento econômico aos colonos portugueses e de liberdade aos escravos.

e) enxugou o número de funções políticas e administrativas existentes no Rio de Janeiro, transformando a cidade num espaço menos burocrático.

Resolução A transferência do Estado Português para o Rio de Janeiro deu início ao processo de ruptura da relação colonial do Brasil com Portugal. A Abertura dos Portos "às nações amigas" e a condição do Rio de Janeiro como capital de fato do Império Português são aspectos importantes desse processo.

Resposta: B

3) "O governo João Goulart nasceu, conviveu e morreu sob o signo do golpe de Estado. Se, em agosto de 1961, o golpe militar pôde ser conjurado, em abril de 1964, no entanto, ele deixaria de se constituir num fantasma para se tornar uma concreta realidade." (Toledo, Caio Navarro de. O governo Goulart e o golpe de 64. São Paulo: Brasiliense, 1984, p.07.) Assinale a alternativa em que se encontram os fatos referidos por esse trecho

a) Em agosto de 1961, após a implementação do Plano Trienal, Jango havia sido ameaçado por uma tentativa de golpe, e em abril de 1964, após o Comício das Reformas, foi deposto por grupos de civis e militares.

b) Em agosto de 1961 os militares já se colocavam contra o governo de Jango, demonstrando sua força numa greve nacional, e em abril de 1964 as forças armadas efetivamente o depuseram, assumindo o poder.

c) Em agosto de 1961, após a renúncia de Jânio Quadros, houve um veto de setores militares à posse de Jango, e em abril de 1964 setores militares, e também civis, em nome da ordem e da liberdade, depuseram-no.

d) Em agosto de 1961, com a adoção das reformas de base, Jânio Quadros colocou seu cargo à disposição do Congresso, e em abril de 1964, com a Marcha da Família com Deus pela Liberdade, os militares se sentiram fortes e capazes de assumir o poder.

e) Em agosto de 1961, após a renúncia de Jânio Quadros, a UDN procurou impedir a posse de Jango, que foi ameaçado de prisão, e em abril de 1964 a direita brasileira, liderada pelo PTB, depôs o presidente, com a ajuda dos militares.

Resolução Alegando existirem vinculações de João Goulart (Jango) com a esquerda comunista, os ministros militares de Jânio tentaram impedir sua posse na Presidência da República. Após o efêmero parlamentarismo, que limitou os poderes do presidente, a volta do presidencialismo polarizou o governo de Goulart e a oposição, o que levou ao golpe de 31 de março de 1964.

Resposta: C

4) A ascensão de Otávio Augusto ao poder inaugurou uma nova fase para o mundo romano, durante a qual teve início a chamada Paz Romana, também conhecida como Pax Augusta.

A respeito dessa fase é correto afirmar:

a) Caracterizou-se por uma política externa que visava a consolidar as fronteiras mediterrâneas, reduzindo o ímpeto da expansão romana.

b) Refere-se ao processo de expansão militar romana pela região do Mediterrâneo, durante a Monarquia.

c) Foi marcada pela política de apaziguamento entre patrícios e plebeus, durante os primeiros tempos da República.

d) Refere-se à oficialização do cristianismo como religião do império, pondo fim às perseguições às comunidades cristãs.

e) Levou à incorporação do império chinês e da península Arábica aos domínios romanos, no final do período republicano.

Resolução O governo de Otávio Augusto (27 a.C. a 14 d.C.) caracterizou- se pela interrupção temporária da expansão militar de Roma, depois que duas legiões romanas foram destruídas na Germânia (9 d.C.). Entretanto, o examinador confundiu Pax Romana com Pax Augusta: a primeira, iniciada por Augusto, continuou até ao século III e se caracterizou pela segurança existente dentro do Império; já a segunda refere-se à suspensão das guerras externas e deixou de vigorar no governo dos sucessores de Augusto.

Resposta: A

5) A partir do ano mil, ocorreu um intenso desenvolvimento urbano na Europa Ocidental. A esse respeito é correto afirmar que as cidades:

a) estabeleceram-se num contexto de diminuição das áreas cultivadas e de queda acentuada do volume de mão-de-obra.

b) estabeleceram-se numa conjuntura de retração econômica decorrente, entre outros fatores, da estagnação das técnicas agrícolas.

c) desenvolveram-se durante o processo de desagregação do sistema feudal, estabelecendo uma total ruptura com o cenário rural circundante.

d) estabeleceram-se a partir dos modelos helenísticos, reeditando as instituições políticas características da democracia ateniense.

e) eram, sobretudo, centros econômicos onde se desenvolveram a especialização de funções e a divisão social do trabalho.

Resolução O Renascimento Urbano da Baixa Idade Média está ligado ao desenvolvimento das atividades comerciais e implicou, necessariamente, uma especialização de funções dentro do complexo urbano. Todavia, é um tanto prematuro falar em "divisão social do trabalho", já que a separação entre capital (proprietários) e trabalho (artesãos) começa a se manifestar no século XIII, com o aparecimento das manufaturas. E, mesmo assim, a atividade conjunta de mestres e artesãos nas oficinas da Baixa Idade Média continuou ainda a existir por alguns séculos.

Resposta: E

6) A respeito da Reforma Protestante é correto afirmar:

a) O anglicanismo estabelecia o monarca inglês como chefe supremo da Igreja da Inglaterra.

b) O luteranismo significou o surgimento de uma religião popular contrária aos privilégios da nobreza da Alemanha.

c) O calvinismo difundiu-se rapidamente na Itália e na Península Ibérica devido aos seus valores aristocráticos.

d) O anglicanismo representou a separação entre o poder religioso e o Estado na Inglaterra no século XVI.

e) O calvinismo do século XVI sustentava a idéia de que a salvação realizava-se pela fé e pelas obras humanas.

Resolução O Ato de Supremacia determinava, como autoridade maior da Igreja e detentor da última palavra em assuntos religiosos, o rei da Inglaterra - no caso, Henrique VIII - possibilitando assim a criação da Igreja Anglicana e sua submissão aos interesses do Estado.

Resposta: A

Pesquisar em
1128 conteúdos

Notícias

MASP

Passagens por Paris - Arte moderna na capital do séc. XIX

Notícias

Universidades latinas atraem poucos estrangeiros

Instituições têm melhorado sua presença em rankings internacionais, mas continua

Roteiros de Aula

Ninguém tira Zero

Província elimina nota zero para proteger autoestima de alunos

Notícias

França e Alemanha lembram 100 anos da Primeira Guerra

Presidentes Hollande e Gauck homenageiam mortos nas batalhas e destacam importân

COPYRIGHT © HISTÓRIANET INTERNETWORKS LTDA

PRODUZIDO POR

SOBRE O HISTORIANET