HISTORIANET

Notícias

Livros Históricos

O Conselho Editorial do Senado Federal de Brasília encontrou uma forma diferenciada para presentear a cidade de São Paulo na 18ª Bienal do Livro. Estão levando obras de valor histórico e cultural e de importância relevante para a compreensão da história política, econômica e social do Brasil.
Um dos livros que poderão ser encontrados na Bienal é "A Abolição do Comércio Brasileiro de Escravos", do especialista em relações anglo-brasileiras Leslie Bethell. A obra procura explicar por que o comércio de escravos no Brasil foi mantido por 20 anos após sua proibição. É importante para a compreensão não só do Brasil, mas de Portugal, da Grã-Bretanha e da África naquele período.
Outro destaque são os quadrinhos brasileiros escritos por Ângelo Agostini, entre os anos de 1869-1883. "As aventuras de Nhô-Quim & Zé Caipora" foram publicadas nas revistas Vida Fluminense, Don Quixote e O Malho. Os quadrinhos de Zé Caipora são considerados os primeiros de aventura realista em todo o mundo.
As expectativas do Senado Federal para a Bienal são excelentes, já que não concorre diretamente com o mercado editorial. Segundo informações da assessoria de imprensa do Senado, a editora é especializada em publicar obras de grande interesse cultural e histórico, mas cujo valor comercial, no entanto, não enseja edições pelas editoras privadas. Os livros são vendidos a preço de custo e muito procurados por professores, estudantes e pesquisadores.

Da agencia Carta Maior

Pesquisar em
1128 conteúdos

Notícias

MASP

Passagens por Paris - Arte moderna na capital do séc. XIX

Notícias

Universidades latinas atraem poucos estrangeiros

Instituições têm melhorado sua presença em rankings internacionais, mas continua

Roteiros de Aula

Ninguém tira Zero

Província elimina nota zero para proteger autoestima de alunos

Notícias

França e Alemanha lembram 100 anos da Primeira Guerra

Presidentes Hollande e Gauck homenageiam mortos nas batalhas e destacam importân

COPYRIGHT © HISTÓRIANET INTERNETWORKS LTDA

PRODUZIDO POR

SOBRE O HISTORIANET