HISTORIANET

Vestibulares

FGV JUNHO 2003

1) "Fui atrás dos assassinos de meu pai e depois de semear o terror entre os gregos com a destruição de Tebas, fui aclamado comandante por eles. E ao assumir o reino da Macedônia, não achei digno de me contentar em comandar só com o que meu pai tinha me deixado; ao contrário, lançando meus pensamentos por toda a terra e pensando que seria perigoso se eu não dominasse todos os povos, à frente de poucos homens invadi a Ásia e no Granico, em grande batalha, fui vencedor. Depois de conquistar a Lídia a Jônia e a Frígia, em resumo, depois de submeter todos os que se apresentaram diante de meus pés, cheguei a Issos. Lá Dario me esperava, à frente de muitas miríades de soldados (...) Para terminar: eu morri enquanto reinava (...) dando pouco valor às coisas do Ocidente preferi lançar-me na direção da Aurora."
LUCIANO, Diálogo dos Mortos. Trad., São Paulo: Edusp/Palas Athena, 1999, p. 189 e 191.
O comandante militar que se apresenta no trecho acima é:

a) César, o general romano responsável pela conquista da Gália no século I a.C.
b) Ulisses, o herói grego da conquista de Tróia em torno do século XIII a.C.
c) Átila, rei dos hunos, cujas campanhas assolaram a Gália e a Itália no século V.
d) Alexandre, o imperador macedônico conquistador da Pérsia no século IV a.C.
e) Aníbal, general cartaginês que impôs várias derrotas aos romanos no século III a.C.
Resposta: D
Resolução: Rei da Macedônia, responsável pelo domínio sobre e Grécia e pela conquista de vários reinos em direção ao Oriente, incluindo o Império Persa, comandado por Dario. O texto se refere a Alexandre, o Grande e suas conquistas no século IV a.C.

2) Entre o final do século X e o começo do século XI, a Igreja lançou mão de estratégias que visavam a atenuar os conflitos militares internos da Europa Ocidental. A esse respeito, é correto afirmar:

a) Trata-se da Paz de Deus e da Trégua de Deus, que representaram uma tentativa de controlar as ações da nobreza por parte dos poderes eclesiásticos.
b) Trata-se dos movimentos espirituais liderados por São Francisco de Assis, que
defendiam a paz entre as comunidades cristãs no período medieval.
c) Trata-se da Paz de Deus e da Trégua de Deus, que representaram uma política de tolerância religiosa com relação aos judeus e bizantinos.
d) Trata-se da Paz de Deus e da Trégua de Deus, que representaram uma reação clerical à proposta de combate aos infiéis, formulada pelos membros da nobreza.
e) Trata-se dos movimentos espirituais liderados por São Bernardo de Claraval contra as Cruzadas, que se voltavam contra judeus, heréticos e muçulmanos.
Resposta: A
Resolução: A Trégua de Deus proibia as guerras em domingos e dias santos e foi imposta pela Igreja Católica para minimizar os conflitos que envolveram a nobreza cristã na Europa feudal. No período, as guerras privadas foram responsáveis pela devastação dos campos e por grande mortalidade.




3) O mercantilismo correspondeu a:

a) um conjunto de práticas e idéias econômicas baseadas em princípios protecionistas.
b) uma teoria econômica defensora das livres práticas comerciais entre os diversos países.
c) um movimento do século XVII que defendia a mercantilização dos escravos africanos.
d) uma doutrina econômica defensora da não intervenção do Estado na economia.
e) uma política econômica, especificamente ibérica de defesa de seus interesses coloniais.
Resposta: A
Resolução: Mercantilismo é o nome dado para as práticas econômicas do Antigo Regime. O Estado absolutista exercia controle total sobre a economia, apoiado nas teorias metalistas e do mercado inelástico, caracterizada pelo intervencionismo, protecionismo, colonialismo e balança comercial favorável.


4) "Daqui nasce um dilema: é melhor ser amado que temido, ou o inverso? Respondo que seria preferível ser ambas as coisas, mas, como é muito difícil conciliá-las, parece-me muito mais seguro ser temido do que amado, se só se puder ser uma delas(...)."
MAQUIAVEL, N., O Príncipe. 2a ed., Trad., Mira-Sintra -- Mem Martins, Ed. Europa-América, 1976, p.89.
A respeito do pensamento político de Maquiavel, é correto afirmar:

a) Mantinha uma nítida vinculação entre a política e os princípios morais do cristianismo.
b) Apresentava uma clara defesa da representação popular e dos ideais democráticos.
c) Servia de base para a ofensiva da Igreja em confronto com os poderes civis na Itália.
d) Sustentava que o objetivo de um governante era a conquista e a manutenção do poder.
e) Censurava qualquer tipo de ação violenta por parte dos governantes contra seus súditos.
Resposta: D
Resolução: Maquiavel foi um dos principais teóricos do absolutismo. Em sua obra, O Príncipe, defende que o poder do governante deve se colocar acima das regras morais.


5) No início do século XIX, a ruptura dos laços coloniais e a construção de Estados independentes deram o tom da movimentação política na América Latina. A esse respeito é correto afirmar:

a) A liderança dos diversos movimentos de emancipação foi exercida por negros e mestiços e teve como modelo a Revolução do Haiti, liderada por Toussaint Louverture.
b) Em razão da importância geopolítica do Brasil e do impacto de sua independência, a maior parte dos novos Estados adotou a monarquia como forma de governo.
c) Ameaçados de um lado pela ofensiva napoleônica de outro pelo imperialismo inglês, os líderes latino-americanos passaram à área de influência da monarquia brasileira.
d) Liderados pelos chapetones, os novos Estados independentes logo puseram fim à escravidão e concederam direitos políticos à massa criolla recém-alforriada.
e) Aproveitando o contexto das Guerras Napoleônicas, a elite criolla rebelou-se contra a metrópole, procurando, no entanto, preservar as bases de seus privilégios sociais.
Resposta: E
Resolução: A independência das colônias espanholas foi um processo que se desenvolveu no início do século 19, comandada pelas elites agrárias, - os criollos - e teve como gota dáagua a ocupação da Espanha pelas tropas de Napoleão Bonaparte. Apesar da participação popular e da adoção do regime republicano em quase todos os países nascentes, as camadas populares foram mantidas marginalizadas.


6) Sobre o imperialismo no século XIX, é correto afirmar:

a) caracterizou-se pela valorização da diplomacia e do reconhecimento da autodeterminação dos povos em lugar de intervenções militares e da manutenção das áreas coloniais.
b) caracterizou-se pelo incremento das atividades mercantis e pelo fluxo de matérias-primas dos países desenvolvidos para as regiões em processo de desenvolvimento.
c) caracterizou-se pela emergência de potências asiáticas detentoras de alta tecnologia, abundante mão-de-obra e enormes reservas de matérias-primas.
d) caracterizou-se pela conquista e subordinação de territórios destinados ao papel de fornecedores de matérias-primas e consumidores de produtos dos países industrializados.
e) caracterizou-se pelo desenvolvimento do capitalismo monopolista comercial e pela articulação de diversas regiões do planeta por meio do fortalecimento do mercado internacional.
Resposta: D
Resolução: o imperialismo representou a expansão do capitalismo em nível mundial, marcado pela conquista dos mercados afro-asiáticos, que foram integrados ao sistema de produção dominado pelos grandes empresários capitalistas - industriais e banqueiros - desde meados do século 19, que para tanto se utilizaram de imposição militar, política, religiosa e cultural



7) As duas últimas décadas do século XX assistiram à desmontagem do "Estado do Bem Estar Social" (Welfare State), expressão que se refere:

a) A uma política econômica baseada na estatização da economia, tendo sido levada a cabo principalmente pelos governos social-democratas após a Segunda Guerra Mundial.
b) Ao Estado que garante a todos os cidadãos, como direito político: renda mínima, alimentação, saúde, habitação e educação.
c) À aplicação ortodoxa dos princípios liberais de auto-regulação pelas leis do mercado, refutando a intervenção do Estado na economia.
d) Ã versão Ocidental da planificação econômica soviética, desenvolvida pelos sucessivos gabinetes trabalhistas britânicos no período posterior à Segunda Guerra Mundial.
e) À política de boa vizinhança defendida pelos governos norte-americanos na América Central, conhecida também como "Aliança para o Progresso".
Resposta: B
Resolução: Esse modelo político surgiu após a II Guerra Mundial, na Europa, como forma de minimizar a miséria e o desemprego, decorrentes do conflito, assim como não permitir o avanço das idéias comunistas, em um momento marcado pela Guerra Fria. Manteve o sistema capitalista e procurava garantir aos trabalhadores condições dignas de vida através de uma política assistencialista, combatida pela teoria neoliberal do grande capital, a parti da década de 80


8) Entre junho de 1950 e julho de 1953, transcorreu a chamada Guerra da Coréia, sobre a qual é correto afirmar:

a) O conflito foi provocado pelos interesses expansionistas do governo sul-coreano, que procurava estabelecer sua hegemonia político-militar na região.
b) O conflito foi provocado pela negativa japonesa em aceitar a desmilitarização imposta após a Segunda Guerra Mundial.
c) A ameaça de uma revolução socialista levou o governo da Coréia do Sul a solicitar ajuda norte-americana, o que provocou a reação do governo da Coréia do Norte.
d) Tratou-se de uma guerra civil que resultou na divisão da Coréia em dois Estados independentes.
e) O conflito teve início com a tentativa de unificação da Coréia sob iniciativa do regime comunista da Coréia do Norte, com apoio da China.
Resposta: E
Resolução: A Guerra da Coréia iniciou-se com a tentativa de unificação das duas Coréias, promovida pela Coréia do Norte (comunista) com o apoio da China, e representou um dos momentos de grande tensão internacional na época da Guerra Fria


9) "Os escravos são as mãos e os pés do senhor de engenho, porque sem eles não é possível fazer, conservar e aumentar fazenda, nem ter engenho corrente."
ANTONIL, Cultura e opulência do Brasil. Belo Horizonte: Itatiaia, 1982, p. 89.
Assinale a alternativa correta:

a) A escravização dos negros africanos permitiu que os índios deixassem de ser escravizados durante o período colonial.
b) O trabalho manual era visto como degradante pelos senhores brancos, e a escravidão, uma forma de lhes garantir uma vida honrada no continente americano.
c) Apesar dos vultosos lucros obtidos com o tráfico, a adoção da escravidão de africanos explica-se pela melhor adequação dos negros à rotina do trabalho colonial.
d) Extremamente difundida na Região Nordeste, a escravidão teve um papel secundário e marginal na exploração das minas de metais e pedras preciosas no interior do Brasil.
e) Diante das condições de vida dos escravos, os jesuítas criticaram duramente a escravidão dos negros africanos, o que provocou diversos conflitos no período colonial.
Resposta: B
Resolução: Toda a riqueza colonial era produzida a partir do trabalho escravo, em particular do " africano", garantindo a possibilidade de riqueza para o proprietário das terras.


10) Durante a época Moderna, o sistema de plantation:

a) propagou-se pela Europa Ocidental e caracterizou-se pela pequena exploração agrícola, pelo trabalho assalariado e pela produção em pequena escala de gêneros alimentícios.
b) disseminou-se pelo continente africano e caracterizava-se pela prática do escambo entre os conquistadores europeus e as tribos nativas.
c) instalou-se no continente americano e tinha como características o latifúndio, a escravidão e a produção em larga escala de matérias-primas e gêneros tropicais.
d) foi uma particularidade da América de colonização ibérica e caracterizava-se pela grande propriedade agrícola, escravidão e produção de manufaturados.
e) foi uma especificidade da América anglo-saxã e tinha como características a pequena propriedade, o trabalho familiar e o desenvolvimento do mercado interno colonial.
Resposta: C
Resolução: característica básica do colonialismo moderno, imposto pelas metrópoles a suas respectivas colônias a partir do pacto colonial, baseado numa estrutura formada pelo latifúndio monocultor escravista.


11) A Constituição Brasileira de 1824:

a) Foi elaborada e aprovada pela Assembléia Geral Constituinte e estabeleceu a organização do Estado a partir da divisão em três poderes: Legislativo, Judiciário e Moderador.
b) Ficou conhecida como a Constituição da Mandioca, em razão da adoção de um sistema censitário que definia pelo critério de renda e bens aqueles que poderiam votar e ser votados nas eleições gerais.
c) Foi elaborada pelo Conselho de Estado após a dissolução da Constituinte e, além dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, estabelecia o Poder Moderador, a ser exercido pelo monarca brasileiro.
d) Foi elaborada pelo Conselho de Estado após a dissolução da Constituinte e garantia forte autonomia às Províncias, apesar da implementação do Poder Moderador, a ser exercido pelo monarca brasileiro.
e) Foi elaborada pela Assembléia Geral Constituinte e caracterizou-se pela adoção dos princípios liberais, pela garantia da defesa dos direitos fundamentais do homem e pela adoção dos princípios federativos.
Resposta: C
Resolução: A primeira Constituição do Brasil foi imposta pelo imperador, após o fechamento da Assembléia Constituinte no ano anterior. Era centralizadora e autoritária, destacando-se o quarto poder - moderador - de uso exclusivo do monarca, dando um caráter absolutista ao governo.


12) Na segunda metade do século XIX, ocorreu uma série de conflitos internacionais na Região do Prata. Entre esses conflitos, podemos identificar a:

a) Guerra do Paraguai - como é conhecida entre os brasileiros - ou Guerra do Brasil -- conforme a denominação paraguaia, provocada pelas disputas em torno do controle da Bacia Platina.
b) Guerra dos Farrapos, que representou um movimento separatista no sul do Brasil, apoiado pelos governos do Paraguai, Argentina e Uruguai como represália ao expansionismo brasileiro.
c) Guerra do Paraguai, provocada pelos interesses expansionistas paraguaios, que provocou uma alteração na política de não interferência do governo brasileiro em assuntos estrangeiros.
d) Revolução Farroupilha, movimento republicano inspirado no caudilhismo paraguaio de Solano López, defensor de um projeto federalista que reunisse os demais Estados do Cone Sul.
e) Guerra do Paraguai, provocada pela aliança entre Paraguai, Chile e Argentina, contra as pretensões brasileiras e uruguaias de controlar as atividades agropecuárias na região.
Resposta: A
Resolução: a Guerra do Paraguai foi o conflito militar mais importante da história do Brasil, ocorreu durante o segundo Reinado, período em que se desenvolvia uma política de hegemonia por parte do Brasil no cone sul, que se chocava com os interesses paraguaios, além de outros.


13) A cidade é um monstro onde as epidemias se albergam dançando sabats magníficos, aldeia melancólica de prédios velhos e alçapados, a descascar pelos rebocos, vielas sórdidas cheirando mal."
Nosso Século. São Paulo: Abril Cultural/Círculo do Livro, 1985, v. 1, p. 37.
Era dessa forma que o jornalista Luiz Edmundo descrevia o Rio de Janeiro no começo do século XX. De fato, em 1904 eclodia na cidade a chamada Revolta da Vacina. Essa rebelião popular foi provocada:

a) pelo profundo descontentamento com a epidemia de dengue que afligia a cidade.
b) pela decisão do governo de limitar a importação de vacinas contra a febre amarela.
c) pela recusa do governo de promover a vacinação contra a peste bubônica.
d) pelo cancelamento da vacinação contra a paralisia infantil.
e) pelo decreto que tornava obrigatória a vacinação contra a varíola.
Resposta: E
Resolução: A Revolta da Vacina foi um movimento popular contra a situação de marginalidade, no início da República Oligárquica, período de consolidação dos grandes interesses políticos das oligarquias do café com leite.


14) Foram características do populismo no Brasil:

a) hegemonia das massas populares, no governo federal, em associação aos industriais, promovendo o aparecimento de lideranças populistas.
b) soberania plena e completa autonomia do Estado brasileiro frente todos os setores sociais.
c) inclusão de setores populares no processo político e a aparente identificação entre Estado e presidente da República.
d) atuação do Estado nacional brasileiro como árbitro dos conflitos internacionais.
e) ausência de laços entre o chefe do Estado e os interesses particulares dos diversos setores sociais.
Resposta: C
Resolução: O populismo no Brasil se desenvolveu a partir do Governo de Getúlio Vargas, num período marcado por rápida urbanização. Caracterizou-se pela tentativa do Estado em incorporar as massas trabalhadoras à vida política, para manipular suas reivindicações, através de uma política paternalista e assistencialista.


15) Em janeiro de 1985, Tancredo Neves foi eleitoPresidente da República pelo PMDB. A respeito da chamada Transição Democrática, é correto afirmar:

a) O governo de Tancredo Neves foi marcado por uma grande instabilidade política que levou à renúncia do presidente e à posse de seu vice, José Sarney.
b) Tancredo Neves foi eleito presidente de forma indireta pelo Colégio Eleitoral, tendo como vice José Sarney, ex-presidente do PDS, partido que apoiava o Regime Militar.
c) Em torno de Tancredo Neves formou-se a Aliança Democrática, que reunia o PMDB e dissidentes do PDS, entre os quais José Sarney e Paulo Salim Maluf.
d) A candidatura de Tancredo Neves contou com o apoio oficial de todos os partidos de oposição, isolando completamente os colaboradores do Regime Militar.
e) Apesar de vitorioso nas eleições indiretas, Tancredo Neves foi impedido de assumir o governo pelas Forças Armadas, que fecharam questão em torno do nome de José Sarney.
Resposta: B
Resolução: o fim da ditadura militar foi caracterizada por ter sido "gradual" e sem rupturas. Nesse sentido houve uma grande conciliação nacional, que envolveu principalmente o maior partido de oposição na época, o PMDB, outros partidos de oposição e ainda a Frente Liberal, dissidência governista comandada por José Sarney

Pesquisar em
1128 conteúdos

Notícias

MASP

Passagens por Paris - Arte moderna na capital do séc. XIX

Notícias

Universidades latinas atraem poucos estrangeiros

Instituições têm melhorado sua presença em rankings internacionais, mas continua

Roteiros de Aula

Ninguém tira Zero

Província elimina nota zero para proteger autoestima de alunos

Notícias

França e Alemanha lembram 100 anos da Primeira Guerra

Presidentes Hollande e Gauck homenageiam mortos nas batalhas e destacam importân

COPYRIGHT © HISTÓRIANET INTERNETWORKS LTDA

PRODUZIDO POR

SOBRE O HISTORIANET