HISTORIANET

Antiga

Humanidade Combina Guerra e Desenvolvimento

Humanidade Combina Guerra e Desenvolvimento

Guerra e Desenvolvimento. Essa aparente contradição foi na verdade, uma constante combinação ao longo da História da humanidade e é percebida ainda hoje. No século 5º. a.C. Atenas viveu essa situação de forma intensa, ao comandar as Guerras Médicas contra o Império Persa, a partir das quais impôs sua hegemonia ao mundo grego, e ao participar da Guerra do Peloponeso, na qual foi derrotada por espartanos e seus aliados.
Durante o conflito com os Persas, ao comandar a Confederação de Delos, , a economia de Atenas desenvolveu-se intensamente. O tesouro de Delos serviu, na prática, para gerar empregos e incrementar todas as atividades produtivas na cidade. É verdade que a economia ateniense encontrava-se em crescimento antes da guerra, fruto do desenvolvimento mercantil, porém, durante o conflito, todo ateniense trabalhava e recebia uma remuneração, o que dinamizava a economia urbana.
A hegemonia ateniense sobre a maioria das cidades gregas consolidou sua posição econômica. Essa situação retratava, na verdade, o imperialismo exercido pela cidade, que impunha-se às demais não apenas do ponto de vista econômico, mas militar.
Este é o "Século de Ouro", também conhecido como "Século de Péricles". O principal governante de Atenas nesse período foi o responsável por incentivar o desenvolvimento artístico e intelectual na cidade. A arquitetura foi incrementada; sob patrocínio dos homens ricos desenvolveu-se o teatro, que reafirmou a visão humanista dos atenienses sobre o mundo. A filosofia, apoiada no racionalismo, conheceu significativa expansão, estimulando a reflexão e, ao mesmo tempo, a conscientização sobre a cidadania, sobre o "ser ateniense".
Enfim, o imperialismo reforçou a cultura da superioridade já existente entre os habitantes da Ática. Situação semelhante encontramos em outros momentos da história e em especial no mundo contemporâneo, em que percebemos a importância da guerra como meio de manter não apenas a hegemonia de uma nação mas os privilégios de um pequeno grupo de indivíduos, que, na maioria dos casos, se julgam superiores em relação a outros povos.

Pesquisar em
1128 conteúdos

Notícias

MASP

Passagens por Paris - Arte moderna na capital do séc. XIX

Notícias

Universidades latinas atraem poucos estrangeiros

Instituições têm melhorado sua presença em rankings internacionais, mas continua

Roteiros de Aula

Ninguém tira Zero

Província elimina nota zero para proteger autoestima de alunos

Notícias

França e Alemanha lembram 100 anos da Primeira Guerra

Presidentes Hollande e Gauck homenageiam mortos nas batalhas e destacam importân

COPYRIGHT © HISTÓRIANET INTERNETWORKS LTDA

PRODUZIDO POR

SOBRE O HISTORIANET