HISTORIANET

Livros

Outra Vez

Título: Outra Vez
Autor: Ernesto Che Guevara
Editora: Ediouro
236 páginas.


Num longo itinerário que inclui Bolívia, Peru, Equador, Panamá, Costa Rica, Guatemala e termina no México, o jovem médico argentino reforça suas convicções quanto à luta contra as injustiças sociais, aprofunda sua consciência sobre a situação política do continente e consolida relações com ativistas e opositores dos vários regimes ditatoriais.

"Outra Vez", texto íntimo e de testemunho; imprescindível para penetrar na férrea personalidade que Ernesto Guevara conseguiu forjar para si, em companhia da palavra como cúmplice permanente; um texto em que, entrelaçando a ironia e o senso de humor com a profunda percepção dos lugares por onde passava em seu afã de descobrir as terras americanas, ele nos oferece uma panorâmica dimensional do seu próprio futuro, impregnado de pensamento e ação. O antecedente deste diário são as crônicas recriadas após sua primeira viagem pelo continente, cheias de entusiasmo e juventude. O diário que agora apresentamos ao leitor, e como tal uma série de anotações, é o prelúdio de sua formação revolucionária integral . Para tornar o texto mais compreensível, esta edição inclui um Apêndice que permitirá ao leitor compreender melhor e assimilar, em toda sua profundidade, o tom reflexivo e preciso das considerações sobre o mundo que aquele jovem se propôs enfrentar no transcorrer de sua vida futura, ligado para sempre a um dos acontecimentos cruciais do século XX, a Revolução Cubana. O diário se interrompe em fevereiro de 1956, quando Che Guevara decide seguir Fidel Castro.

O livro traz ainda um caderno com 32 páginas de fotos inéditas da viagem e uma série de cartas enviadas a familiares e amigos, documentos pessoais, assim como artigos jornalísticos, completam este inédito testemunho e importante legado histórico.

Sobre o autor:
Ernesto Guevara de la Serna, conhecido pelo nome de "Che" Guevara, nasceu em Rosário, na Argentina, a 14 de junho de 1928 e morreu a 9 de outubro de 1967, perto de Higueras, na Bolívia. Nos anos 50, estudou a reforma agrária feita pela Bolívia. Participou de campanhas para brecar a propaganda nazista na América durante a Segunda Grande Guerra, fez parte da oposição a Juan Perón na Argentina e apoiou a resistência republicana na Guerra Civil Espanhola.

A biblioteca de sua família reunia cerca de 3000 livros, e Che então, começou a interessar-se por poesia, filosofia, arqueologia e história.

Pesquisar em
1128 conteúdos

Notícias

MASP

Passagens por Paris - Arte moderna na capital do séc. XIX

Notícias

Universidades latinas atraem poucos estrangeiros

Instituições têm melhorado sua presença em rankings internacionais, mas continua

Roteiros de Aula

Ninguém tira Zero

Província elimina nota zero para proteger autoestima de alunos

Notícias

França e Alemanha lembram 100 anos da Primeira Guerra

Presidentes Hollande e Gauck homenageiam mortos nas batalhas e destacam importân

COPYRIGHT © HISTÓRIANET INTERNETWORKS LTDA

PRODUZIDO POR

SOBRE O HISTORIANET