HISTORIANET

Filmes

Reds

TÍTULO DO FILME: REDS (Reds, EUA 1981)
DIREÇÃO: Warrem Beatty
ELENCO: Warren Beatty, Diane Keaton, Jack Nicholson, Gene
Hackman, Mureen Stapleton, Paul Sorvino, 188 min. CIC.


RESUMO

O filme retrata a vida do jornalista norte-americano John Reed, desde a época em que era repórter do periódico socialista The Masses no início do século XX, até a fundação do Partido Comunista dos Estados Unidos. Sua vida conjugal com Louise Bryant, também merece destaque especial na primeira parte do filme.
O filme prossegue, mostrando a participação de John na Revolução Russa em 1917, seus contatos com importantes lideranças e as divergências internas que já aparecem no movimento comunista da União Soviética. Dessa participação John realizou a mais famosa cobertura jornalística da revolução, imortalizada no livro Os dez dias que abalaram o mundo, um clássico sobre a história da Revolução Bolchevique, altamente elogiado por Lenin.
Durante a existência da União Soviética, John sempre foi tratado como uma espécie de herói na visão internacionalista do socialismo. Morreu em Moscou vítima de tifo com 44 anos. Trata-se do único estrangeiro, que morrendo na União Soviética, teve seu corpo enterrado com grandes honras nas muralhas do Kremlim, ao lado do mausoléu de Lenin.

CONTEXTO HISTÓRICO
O início do século XX foi marcado por tragédia e transformação com a "Grande Guerra" e a Revolução Russa.
A disputa de mercados promovida pelo neocolonialismo, associou-se à corrida armamentista e às questões nacionalistas na península Balcânica, resultando na Primeira Guerra Mundial. Pela primeira vez na história, diversas nações de todos os continentes se envolviam em um mesmo conflito. A Grande Guerra, como ficou conhecida, ocorreu entre os anos de 1914 e 1918 e deixou destruída grande parte do continente europeu, com um salde de cerca de 13 milhões de mortos.
O ano de 1917, já na fase final do conflito foi considerado singular na história, em razão da saída da Rússia e da entrada dos Estados Unidos.
Os Estados Unidos resolveram participar do conflito somente em sua fase final. A guerra acabará em 1918, ou seja, de 1914 a 1917 os Estados Unidos estão assistindo de camarote, a destruição da Europa. Era um grande negócio para o capitalismo norte-americano, pois as dívidas de França e Grã-Bretanha aumentavam a cada dia.
Na Rússia, Lênin, líder bolchevique, tomava o poder juntamente com o povo organizado em "soviets", os conselhos revolucionários que representaram a mobilização popular para viabilizar a formação do primeiro Estado socialista da história. A retirada da Rússia da Primeira Guerra, através do Tratado de Brest-Litovsky com a Alemanha, a reforma agrária e a socialização dos meios de produção, ocorrem sob o comando de Lênin, que transformou a velha Rússia em União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS).
A Nova Política Econômica (NEP) de Lenin, que adotou medidas provisoriamente capitalistas e a morte prematura do comandante bolchevique em 1924, levaram o secretário do Partido Comunista, Josef Stálin ao poder. Inicia-se o stalinismo, a ditadura, que em nome do socialismo foi marcada pelo terror, expurgos e mortes, apesar do crescimento econômico-militar que, com os Planos Qüinqüenais, rapidamente transformaram a URSS em uma potência mundial.

Pesquisar em
1128 conteúdos

Notícias

MASP

Passagens por Paris - Arte moderna na capital do séc. XIX

Notícias

Universidades latinas atraem poucos estrangeiros

Instituições têm melhorado sua presença em rankings internacionais, mas continua

Roteiros de Aula

Ninguém tira Zero

Província elimina nota zero para proteger autoestima de alunos

Notícias

França e Alemanha lembram 100 anos da Primeira Guerra

Presidentes Hollande e Gauck homenageiam mortos nas batalhas e destacam importân

COPYRIGHT © HISTÓRIANET INTERNETWORKS LTDA

PRODUZIDO POR

SOBRE O HISTORIANET