HISTORIANET

Brasil República

José Lourenço

O BEATO JOSÉ LOURENÇO


O beato José Lourenço foi um dos mais importantes dos seguidores de padre Cícero. Em uma terra doada pelo padre Cícero quando ainda vivo, o beato José Lourenço, movido por suas crenças religiosas, fundou a Comunidade do Caldeirão. Organizada em moldes socialistas, a comunidade logo atraiu contra si o ódio de todas as forças conservadoras do Nordeste. Era considerada perigosa pelos grandes proprietàrios de terra e pelo clero do Cariri. Deixava os fazendeiros sem a mão-de-obra barata e podia significar, na grotesca visão dos poderosos, um embrião do comunismo no senão. Na época do Caldeirão, o Brasil já vivia o Estado Novo. Getúlio Vargas era o ditador. A comunidade do Caldeirão não poderia continuar. Uma ação militar é planejada. Mas quando os soldados chegam ao Caldeirão não encontram resistência dos camponeses.
Ao contrário do que se dizia, os camponeses seguidores do beato José Lourenço não estavam armados. No entanto, Caldeirão é destruída e os lavradores expulsos.
Tempos mais tarde, o beato José Lourenço, que havia conseguido fugir de Caldeirão, funda outra comunidade na serra do Araripe. Embora fosse pacífica, alguns dos seus seguidores, como o beato Severino Tavares, pregam a luta armada de resistência. Um grupo termina enfrentando um pelotão da policia. O capitão José Bezerra, odiado pelos camponeses por ter comandado a invasão e as violências no Caldeirão, é morto com mais 18 soldados, numa emboscada. A reação é imediata. Aviões do Ministério da Guerra metralham e bombardeiam a nova aldeia do beato Lourenço. O saldo do ataque: a vila incendiada e mais de mil camponeses mortos.

Pesquisar em
1128 conteúdos

Notícias

MASP

Passagens por Paris - Arte moderna na capital do séc. XIX

Notícias

Universidades latinas atraem poucos estrangeiros

Instituições têm melhorado sua presença em rankings internacionais, mas continua

Roteiros de Aula

Ninguém tira Zero

Província elimina nota zero para proteger autoestima de alunos

Notícias

França e Alemanha lembram 100 anos da Primeira Guerra

Presidentes Hollande e Gauck homenageiam mortos nas batalhas e destacam importân

COPYRIGHT © HISTÓRIANET INTERNETWORKS LTDA

PRODUZIDO POR

SOBRE O HISTORIANET