HISTORIANET

Livros

A Águia e a Cruz

LANÇAMENTO

 

A águia e a cruz - O Império Romano frente ao Cristianismo dos séculos I e II D.C

 

Descrição Rápida

 

Autor:  Gilberto Angelozzi

Editora: Paco E ditorial

ISBN-13:9788563381507

Idioma: Português

Encadernação:  Brochura

Formato: 16 x 23 cm

Edição: 1

Ano de Lançamento:     2011

Número de páginas:      224

Área/Assunto:  História do Cristianismo

 

 

Como os cristãos eram vistos pelos romanos? No que diz respeito à religião os romanos suspeitavam de inovações e identificavam os cristãos como uma superstição, e como tal, era uma prática que afastava as pessoas da sociedade e que não usava a inteligência para pensar sobre os deuses. Para combater esta visão, as imagens distorcidas dos romanos e objetivando estabelecer a identidade cristã, os apologistas cristãos se esmeraram na elaboração de seus escritos. Seguindo pistas, como as expostas acima, este livro analisa a existência de uma identidade cristã no final do século I e início do século II d.C., a visão que os romanos tinham dos cristãos no mesmo período e o surgimento de um precedente para uma legislação anticristã nos séculos posteriores.

 

Através de textos de Suetônio, Tácito, Plínio o jovem, Dion Cássio e Minúcio Félix o autor estuda as relações entre romanos e cristãos nos séculos I e II d.C. e procura compreender o surgimento de um precedente para uma legislação anticristã – inexistente até o momento de Trajano. Angelozzi analisa as relações entre o Império Romano e os cristãos entre 54 e 120 d.C., ou seja, de Nero a Trajano. Nesse contexto, analisa ainda as relações entre Roma e o culto cívico romano e as religiões e superstições oriundas do Oriente, com enfoque na questão cristã. Porque, no que diz respeito à religião, os romanos suspeitavam de inovações, puniam os cultos de mistério e as práticas que afastassem as pessoas da sociedade.

 

O livro traça um roteiro da construção da identidade cristã nos séculos I e II, muitas vezes ressignificando conceitos, práticas e crenças romanas à luz do ideário cristão.

Trata-se de uma obra de História Política que trata da religião, da cultura e da política romanas e das suas relações com a religião e a cultura cristãs na segunda metade do século I e nos primeiros vinte anos do século II d.C.   

       

Gilberto Aparecido Angelozzi é doutorando em História pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro e Mestre em História pela Universidade Federal Fluminense. É graduado em História e Teologia pela PUC-SP. Dedica-se ao estudo da religião cristã e das suas manifestações na política e na cultura das sociedades da Antiguidade Clássica, da Idade Média e da América Latina na atualidade.

 

Pesquisar em
1128 conteúdos

Notícias

MASP

Passagens por Paris - Arte moderna na capital do séc. XIX

Notícias

Universidades latinas atraem poucos estrangeiros

Instituições têm melhorado sua presença em rankings internacionais, mas continua

Roteiros de Aula

Ninguém tira Zero

Província elimina nota zero para proteger autoestima de alunos

Notícias

França e Alemanha lembram 100 anos da Primeira Guerra

Presidentes Hollande e Gauck homenageiam mortos nas batalhas e destacam importân

COPYRIGHT © HISTÓRIANET INTERNETWORKS LTDA

PRODUZIDO POR

SOBRE O HISTORIANET