HISTORIANET

Notícias

Filmes Nacionais nas escolas

Senador quer que escolas exibam filmes nacionais

19/01/2010

O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) quer obrigar as escolas de educação básica a exibir filmes e audiovisuais de produção nacional. A proposta foi apresentada na forma do projeto de lei (PLS 185/08), que aguarda ser incluído na pauta de votação da Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE). A matéria obteve parecer da senadora Rosalba Ciarlini (DEM-RN) concluindo pela rejeição, mas 20 dias depois, ela mudou de idéia e emitiu novo parecer, dessa vez favorável, com uma emenda que não altera o mérito da proposta.

O projeto estabelece que a exibição de filmes brasileiros seria "componente curricular complementar integrado à proposta pedagógica da escola, sendo a sua exibição obrigatória por, no mínimo, duas horas mensais". Cristovam argumentou na justificação do projeto, que a ausência da arte no processo educacional subtrai um dos objetivos da educação "que é o deslumbramento com as coisas belas".

- A única forma de dar liberdade à indústria cinematográfica é criar uma massa de cinéfilos que invadam nossos cinemas, dando uma economia de escala à manutenção da indústria cinematográfica. Isso só acontecerá quando conseguirmos criar uma geração com gosto pelo cinema, e o único caminho é a escola. A maneira, nos parece, é oferecer cinema às crianças nas escolas, desde os seus primeiros anos escolares - observou.

Em seu parecer, Rosalba entende que o contato sistemático do aluno com essa forma de arte será benéfico tanto para os estudantes quanto para a indústria cinematográfica brasileira. Ela acrescentou que nada impede que a exibição de filmes seja "dosada" pelas escolas e também ressaltou que a "riqueza diferencial desse tipo de mídia reside em sua dúplice faceta de conteúdo curricular e recurso didático".

- Cumpre destacar, ainda, por uma questão de justiça, que o acervo disponível hoje, com raras exceções, tem qualidade plástica e conteudística irretorquível, diversidade temática e de público alvo. E isso é verdade tanto em relação à produção cinematográfica nacional mais recente, quanto em relação aos nossos clássicos, de valor inestimável na retratação de realidades e personagens da nossa cultura. Não será à falta de bons filmes, portanto, que a medida deixará de ser cumprida - avaliou.

Clique aqui e acesse a publicação original da notícia

Fonte: Agência Senado
 

Pesquisar em
1128 conteúdos

Notícias

MASP

Passagens por Paris - Arte moderna na capital do séc. XIX

Notícias

Universidades latinas atraem poucos estrangeiros

Instituições têm melhorado sua presença em rankings internacionais, mas continua

Roteiros de Aula

Ninguém tira Zero

Província elimina nota zero para proteger autoestima de alunos

Notícias

França e Alemanha lembram 100 anos da Primeira Guerra

Presidentes Hollande e Gauck homenageiam mortos nas batalhas e destacam importân

COPYRIGHT © HISTÓRIANET INTERNETWORKS LTDA

PRODUZIDO POR

SOBRE O HISTORIANET