HISTORIANET

Notícias

Professores

 


Opinião: Não vamos dar trégua


Por CNTE [Terça-Feira, 28 de Abril de 2009 às 10:26hs]


Mais uma vez nossa greve teve um balanço positivo. Em todos os estados a categoria aderiu ao movimento. Estamos mobilizados e vamos continuar mobilizados para que os governos estaduais e municipais coloquem em prática o piso salarial nacional do magistério da forma como foi aprovado no Congresso, após meses de amplo debate.
 
 Ainda tem professor no Brasil, como é o caso do Rio Grande do Sul, que ganha menos que o salário mínimo. A lei sancionada em julho do ano passado pelo Presidente Lula determina que o valor do piso é de R$ 950 para uma carga horária de 40 horas semanais.
 
 Por isso, não vamos dar trégua a governadores e prefeitos que não querem assumir essa responsabilidade.
 
 A interpretação que o Supremo Tribunal Federal deu é que até o julgamento do mérito o valor do piso poderá ser composto por gratificações e abonos. Para governadores e prefeitos manter essa política é mais vantajoso porque esses penduricalhos não são incorporados ao salário do educador.
 
 O país precisa aprender a respeitar a vontade do povo que foi expressa no parlamento.
 
 Por isso, enquanto a legislação não for obedecida vamos pressionar. Faremos quantas greves forem necessárias até o cumprimento da lei.


 


CNTE divulga balanço final da greve de advertência


 

Pesquisar em
1128 conteúdos

Notícias

MASP

Passagens por Paris - Arte moderna na capital do séc. XIX

Notícias

Universidades latinas atraem poucos estrangeiros

Instituições têm melhorado sua presença em rankings internacionais, mas continua

Roteiros de Aula

Ninguém tira Zero

Província elimina nota zero para proteger autoestima de alunos

Notícias

França e Alemanha lembram 100 anos da Primeira Guerra

Presidentes Hollande e Gauck homenageiam mortos nas batalhas e destacam importân

COPYRIGHT © HISTÓRIANET INTERNETWORKS LTDA

PRODUZIDO POR

SOBRE O HISTORIANET